sábado, 22 de março de 2008

Sexo por conveniência

Sabe aquele dia que você tá sem fazer nada e sem procurar nada pra fazer, existe uma vontade instintiva de fazer sexo, mas sem disposição nem pra fazer a movimentação mínima necessária para efetuar o ato copulatório. Foi assim que me encontrei no dia de hoje.
Existiam algumas opções, mas a maioria mora distante, 10 kms era quase o boderline da fronteira desse País, algumas viajaram, mas quem eu realmente queria estava longe, não em matéria, mas é que tudo é uma questão de logística.
Porra.. se tem uma coisa que eu aprendi nesse tempo todo, é que a melhor forma para você conseguir ser valorizado por uma mulher, é não valorizá-la muito no início, tratá-la apenas como mais uma “ser humana” qualquer, uma garota que você quer dar uns pegas e só. Parece que elas se assustam quando aparece alguém que se encanta com seu jeito de olhar ou seu simples modo de flutuar por entre o ambiente em que supostamente deveriam caminhar. O que acontece é que estou mais uma vez exercitando o meu estado de paciência por alguém que, aparentemente, vale à pena esperar. Não que vá rolar um namoro, já falei que só namoro canadense agora, se bem que a conheci justamente pelo projeto de imigração, ela pretende ir, mas com certeza, caso não fosse essa ressalva, jamais a negaria o status de minha companheira.
Mas ela está distante, como disse, não de corpo presente, mas distante no tempo, tempo o qual fatidicamente chegará. Não tô dizendo que ela está na minha, mas pretendo homenageá-la com um post inteirinho só pra ela, assim que o resultado aparecer.
Pela falta de disposição, resolvi contemplar a única dotada de uma autonomia de locomoção e que certamente se disponibilizaria a vir pro meu quase ex-apê. Ela é estranha, meio nerd.. sei lá, acredito que por sua timidez, seu comportamento pseudo-descontraído acaba se tornando meio forçado, sem jeito, não tem a fluidez de uma pessoa autêntica.
Removi algumas roupas que estavam sobre a cama, tomei um banho, peguei de forma randômica uma bermuda e uma camisa meio amassada que estava ali no meio das roupas soltas, juntas com o lençol. Senti-me como um operário cumprindo a rotina monótona de quem se prepara para seu trabalho subsistencial.
Viemos pro quarto, ela me perguntou sobre a imigração e mostrei para ela a papelada que já fora reunida. Demonstrou interesse e começamos a falar sobre o assunto, começou o big brother, assistimos um pedaço e mudamos para MTV, tava passando um programa com a Penélope, se não me engano, chamado “lavagem de roupa”, recolhi os papéis e me deitei, ela se encostou nas almofadas e comecei a alisar seus cabelos, ela se deitou por sobre o meu braço e ai foi que começou a porcaria.
Não que a culpa seja apenas dela, eu tava sem saco de aturar defeitos também, não era a primeira vez que a gente chegava aos finalmentes, mas eu não lembro dela ter aquele cheiro na vagina. Eu tava até com vontade de fazer um sexo oral nela, mas aquele cheiro... hummm... Num dava nem que minha disposição fosse como a bravura do desespero virginal.
Mesmo assim resolvi encarar, num aguenta pra que veio? Começamos a transar num básico papai-e-mamãe, tudo bem que eu num tava querendo muito trabalho, mas pelo amor de Deus.. mulheres... MEXAM-SE, rebolem, balança esse quadril porra!!! Ela só se deu ao trabalho de se mexer pra gozar com o dedo empalado no rabo. Decidi mudar de posição, de quatro, pra eu gozar logo, mas até de quatro ela resolveu complicar o serviço, não empinou a traseira, até pra acoplar fica difícil, fiz uma leve pressão na sua lombar, pra que ela se ligasse no prejuízo que eu estava tendo, ela deu uma leve empinadinha, ai tive que apelar pro cotovelo, segurei o cabelo dela, coloquei meu antebraço nas suas costas e apoiei o cotovelo na lombar, ai não tem égua que não empine a garupa. Fechei o olho e só parei quando gozei.
Quando tudo terminou, voltei a sentir o cheiro que exalava da sua vagina, sem pestanejar fui ao banheiro e fiz algo que imagino ser repugnante para qualquer parceiro, tomei um banho. Falei que ao tirar a camisinha tinha me melado, apenas para não perturbar a pobre menina. Que foda merda. Nem o gozo me satisfez, ainda tive que aturar uns beijinhos que ela me dava depois, sem gosto, já beijei muito travesseiro melhor nas minhas épocas juvenis.
Fiquei com a consciência pesada, gosto de ser satisfeito e de satisfazer, ela não encontrou o carinho pós coito que esperava e eu dei uma das piores da minha vida. Fiquei pensando depois se ela tinha sentido o meu estado de frieza, pensei nisso apenas para aliviar a consciência da amarga culpa que sentia, era óbvio que ela tinha notado. Ela é uma menina legal, mas a minha falta de disposição e o cheiro que senti não combinaram com o dia, seja pelo tecido da calcinha que ela usava, pelo ciclo menstrual, pelo motivo que for, aquilo me morgou. Senti novamente a vontade de ser mágico, fazer o truque do desaparecimento, colocá-la numa caixa, falar umas palavrinhas e quando abrisse, ela teria desaparecido.
Que foi a última vez que transei com ela, isso é óbvio, não vou perder meu tempo buscando um prazer frustrante, nem fazê-la gastar seu tempo comigo, mas sexo por conveniência é algo que sempre fiz e tenho medo de agora estar traumatizado, espero que tenha sido só o dia que não colaborou e que no futuro, eu possa esporrar o teto com um sorriso no rosto.

FIM.

11 comentários:

Anônimo disse...

nossa....mas que chato hein?
Mas das outras vezes q vcs chegaram aos finalmente...(em que ela nao estava com cheiro de vagina)..o sexo foi bom?

credo...cheiro de vagina....e ainda tem gente q fala q hmem gosta desse cheiro..

Menina

Cafajeste disse...

Muita calma nessa hora... Cheiro de vagina é uma delícia, tem vezes que o camarada fica cheirando o próprio dedo depois do ato consumado, mas o cheiro que ela tinha ontem era outra coisa.
Acho que já li em algum lugar que é o tecido da calcinha, num sei, só sei que aliado à baixa performance dela, foi a gota d'água.

beijão.

Anônimo disse...

Ah tah..
entendi sobre o cheiro..rsrs

Uma dúvida...

Tenho um enrolo com um cara q tem namorada..
ele gosta dela, mas fica comigo( leia-se transa) sempre.
não tenho esperanças de ficar com ele ( blá blá blá …tenho sim rs..mas sei q nao rola)..
Nossos encontros são ótimos…temos uma química maravilhosa na cama e já estamos ficando a uns 7 meses..
será q existe alguma chance dele vir a gostar de mim?
um homem pode vir a se envolver sentimentalmente por 2 mulheres a ponto de nao querer perder nenhuma das 2?

Menina

Cafajeste disse...

Pode sim, vai de cada um, mas sinceramente.. Acho que você não deveria se apegar muito, a maioria procura uma 2ª mulher só pra dar uma variada...

=P

Renata disse...

Sou nova por aqui... Recentemente caí nas mãos de um, digamos assim, cafajeste assumido e acabei chegando até este blog. Cada vez mais acho que os homens se dividem em gays, comprometidos e solteiros cafas... Acho que teria um treco se lesse minha performance comentada por aí!!!

Ptisa Molodoi disse...

Oh Cafajeste !
Estou lisonjeada pela sua visita no meu humilde blog !
Sempre passo por aqui pra ver suas aventuras e é super bacana !!!!
Burraldas são terríveis né... ninguém merece ... hehehe
Bjs
Ptisa

Bia disse...

Oi Cafa!
Saudades daqui!
Andei com uns probleminhas pra comentar nos blogs e só agora estou voltando, mas enfim...

Eu pedi pra você me levar pro Canadá, hein!
Hehehehehehe

Sobre o fato de você estar possivelmente traumatizado com sexo por conveniência: dou minha cara a tapa que é fase, ou seja, logo passa!

Aprendi que cafa que é cafa nunca se regenera e pode deixar que futuramente contarei o porque dessa opinião radical lá no meu blog.

Beijão e se cuida!

Uma mulher disse...

Fala Don Juan, aliás, acho que vc está mais para " O libertino" hahaha, andei sumida porque mudei de apê, to sem computador e sem internet, mas rezo para que tudo chegue o mais rápido possível. Estou adorando morar sozinha, ainda que sinta muitas saudades de casa. E é óbvio que é só uma fase, sabe TPM de mulher?! haha Acho que vc deve estar meio tenso com a viagem para o canadá, a propósito sempre quis fazer meu doutorado por lá, quem sabe daqui há uns anos.. Ainda tenho uma longa caminhada pela frente!
Beijos

Anônimo disse...

po "irmao de armas" isso eh fase.. todo mundo tem um dia ruim,. e transa tb...

Anônimo disse...

o cheiro ruim devia ser Gardnerella vaginalis. Mau cheiro na vagina antes e depois do coito.

Anônimo disse...

cafajeste naum sei como pega uma mina q dava moral p mim e naum ktei ela agora q to afim dela a vadia naum da mais! o q faço?