sábado, 7 de junho de 2008

Manual de instrução (individual).

Outro dia recebi por e-mail mais uma listinha do que se deve ou não fazer com uma mulher na cama. Vocês provavelmente já devem ter visto várias listas como essa, ela diz algo do tipo:
1 – Não pergunte se ela gozou. Se você não tem capacidade de perceber, não demonstre isso.
2 – Seus dedos não são supositórios, portanto não os coloque onde não deve.
3 – Sexo não é montaria e sua mulher não é uma égua pra você ficar batendo na bunda dela.
Blá.. blá.. blá..
Eu até concordo com algumas coisas, principalmente num primeiro encontro. Mas o que mais me chama a atenção é que escrevem isso como se fosse “a única verdade”. Cada um tem suas vontades e seus fetiches, já tive uma parceira que pedia pra eu bater no rosto dela, o que não significa necessariamente que vou sair estapeando a cara de toda mulher que se deitar na minha cama, mas isso por si só, já mostra que essas listas não são regra a todo tipo de sexo.
Mas esse post não vai se limitar em analisar uma lista, que apesar de divertida, não condiz com toda realidade da coisa. Essa última lista me fez refletir sobre o comportamento egoísta de certas (leia-se quase todas) mulheres.
Avalio que a pessoa que fez uma listinha dessas deveria usá-la como manual de instrução, dá-la ao seu parceiro no momento anterior ao coito, “faça isso.. não faça aquilo.. etc..”, mecanizar o sexo e mandar ver. Uma lista dessas só pode ter sido feita por experiências pessoais, o que não se pode tomar como verdade absoluta. E é ai onde se encontra o “egoísmo sexual” feminino. Sinto desapontá-la, mas o mundo não gira ao redor de sua vagina.
Numa das conversas com uma amiga, ela dizia que as mulheres quando gozam, elas querem mais sexo. Tive que discordar e dizer que em matéria de gozo feminino eu entendo mais que ela, ao menos tenho mais “referências” que ela. Ainda ouvi que a menina (que eu falei em alguns posts atrás), tinha fingido ter gozado tantas vezes (ainda não vou dizer a quantidade, vocês não acreditariam), que era impossível, chegando em casa, só dormir depois que enviei vários links falando sobre mulheres que gozavam várias vezes durante o ato sexual, isso dito por sexólogos, ginecologistas e putas.
Fato é que algumas mulheres gozam facilmente, outras são um desafio, algumas gozam e querem mais, outras gozam e querem parar. Cada corpo tem uma resposta e prazeres. Já conheci mulheres que gostam de mordida.. mordida forte, de morder e serem mordidas, que gostam de um dedinho a mais durante o sexo, que gostam de arranhões, puxadas de cabelo, que pedem pra você gozar em cima dela, na bunda, nos peitos, na barriga e até na cara, algumas adoram fazer e receber sexo oral ou sexo anal, inclusive já aconteceu até na primeira relação, isso sem falar nas várias mulheres que me afirmaram a curiosidade na dupla penetração ou dividir o parceiro com uma amiga... Ou seja, guarde as suas verdades para si.
Mas agora vou entrar no mérito em que queria chegar. Já sei que vão me chamar de machista, mas não é só a mulher que transa por aqui. Nunca vi uma lista dessas escrita por um homem, nós é que acabamos sendo submissos aos desejos femininos. A mulher sempre querendo satisfação, sem pensar em satisfazer o homem. Tem um ditado que diz: “O que a gente não encontra em casa, a gente procura na rua”. Isso vale tanto pra mulher quanto pro homem e foi assim que surgiu a prostituição.
O mais engraçado é a forma na qual anunciam a tal lista, sempre colocando em questão se você sabe ou não fazer sexo, satisfazer uma mulher, esse tipo de coisa e no final um comentário de uma mulher apoiando a idéia.
Obviamente que ninguém deve se submeter a fazer coisas que não são admissíveis, eu, por exemplo, nunca irei aceitar um dedinho atrás de mim, dessa água eu afirmo que nunca beberei, mas acho que pra algumas coisas, deve-se procurar um equilíbrio, esquecer essas listas e tentar descobrir mais o seu parceiro.

23 comentários:

Zek disse...

Sexo tem nexo ?????? lembra do post... então querem definir, inventar manual, mas não dá vai ser sempre uma aventura senao perderia a graça !!!!
abs

Lily disse...

concordo plenamente contigo!
e digo mais: tem coisas que às vezes você tá a fim num momento e em outro não está mais!
q nem o lance de gozar... Às vezes a mulher goza e dá vontade de continuar e às vezes simplesmente não tem como continuar! eu sou assim, pelo menos!

enfim... "cada um no seu quadrado"! hahaha

e qnto a pergunta q vc me fez qndo ao relacionamento com o joão: sinceramente? hoje em dia, não espero nada. só se ocorrer algum milagre (o q não acredito!)... mas, não sei... eu só acredito que um dia, eu vou parar de cu doce e ele tb e a gente vai acabar se pegando de novo! mas, isso não quer dizer que a gente vá ficar junto... mas q ainda tem coisa pra rolar nessa história, eu acho q tem sim! e não sei mesmo o quê! o futuro a Deus pertence!

bjksss

bjksss

Renata disse...

Essas "cartilhas" de revistas femininas (tipo a Nova) são ridículas! Sexo não é (e não deve ser) uma ciência exata, senão perde toda a graça...

Bjs.

Anônimo disse...

É, quando eu vejo essas receitas de bolo eu fico impressionada como alguém tem coragem de generalizar tanto uma coisa que é tão pessoal. Eu não tive muitos parceiros, mas com os que tive a gente ia se virando pra aprender o que agradava aos dois, afinal na minha opinião é uma coisa que só está bom pra um se for bom pros dois.

Anônimo disse...

q susto!!!! qndo comeceia ler, imaginei se tinha sido vc mesmo q tinha escritoorei esse post
(rsrsrs)

Adorei o post... mulher gosta sim da submissão na hora do sexo... e qndo não leve os "tapinhas", eu peço....

Aconselho a mulherada a montar de costas e receber sim a dupla penetração ( ja q não aguento o material do meu amor... me conformo com o dedinho e curto muitoooo nossos momentos.)

Uma sugestão de post: o que a "outra" pode fazer p melhorar mais a performance?)

Parabéns pelo POst

tatisgfernandes disse...

Tá aí no fim do post, o mais gostoso e excitante está em conhecer os prazeres do outro junto a si, suor, pele, pêlos, enfim.

Belo post!

Ptisa Molodói disse...

Ué... sumiu????
Poxa...
Bjs

Uma mulher disse...

Cafa, ainda por aqui?!
Owww shit, não consigo acompanhar mais seu blog!!!!
Minha vida ainda continua um caos sem tempo pra estabilizar.

Kisses

Uma mulher disse...

Cafa, ainda por aqui?!
Owww shit, não consigo acompanhar mais seu blog!!!!
Minha vida ainda continua um caos sem tempo pra estabilizar.

Kisses

Uma mulher disse...

Cafa, ainda por aqui?!
Owww shit, não consigo acompanhar mais seu blog!!!!
Minha vida ainda continua um caos sem tempo pra estabilizar.

Kisses

Anônimo disse...

Eu sei que isso aqui é um manual, mas os posts ficam muito melhor quando vc conta as suas experiências rs
Voltaaaa, cafa =D

Graziele Alencar disse...

"Um tapinha não dói, um tapinha não dói... só um tapinha!" kkkkkkkkkkkkk
Eu detesto qualquer coisa que venha em livro ou revista que use apenas verbos no imperativo... Isso é a maior furada!
Beijos.

Anônimo disse...

Cafa, sempre tive vontade de usar cinta liga, meia 7/8, mas nunca usei pq tinha um namorado que nao dava a menor importancia. Mas agora, tô querendo usar com um carinha, mas to com medo de assustar ele pq sou do tipo meiguinha romantica mas tenho esse lado meio de mulher fatal que eu gostaria de colocar pra fora, mas sem assustar me entende? Enfim...a pergunta é: Vc iria gostar de ver uma garota que vc tá ficando, aparentemente recatada, surgir do nada de cinta liga e tudo? Ou vc acha que isso é meio brega, ultrapassado, que o negócio é ser natural mesmo, usar uma calcinha de rendinha básica (cansei disso) e mandar ver....

Cafajeste disse...

Minha querida anônima, se ele for pastor evangélico... eu não aconselho, mas se ele for um cara de cabeça aberta.. use!! Se ele não gostar.. liga pra mim ;)

Tô tão facim esses dias..

Graziele Alencar disse...

Um mês sem post novo!

Anônimo disse...

Obrigada, cafa, mas agora tô quase mudando de idéia. Vai ficar um pouco mais na minha gaveta. Acho que ele nao tá merecendo nao...ai ai ai nao tem a menor idéia do que tá perdendo... bj

Géssica disse...

realmente cada caso eh um caso... "cada um no seu quadrado"

Já falando do meu, é possivel sim uma mulher ter vários orgasmos no mesmo ato...isso acontece comigo, não é com todos, quando o cara tem a pegada, simplesmente acontece!
Pra mim é facil, fácil chega no ponto G.Até pq eu me entrego mesmo e se eh pra acontecer que seja muitoooooooooo bom!

Já sobre o dedinho, tive um namorado que ele gostava e como gostava...na hora do rala e rola nunca achei anormal, depois que estavamos juntos conversando fica pensando se não era gay...sei lá (namorei por 5 anos) acho que não era não, gosto é gosto!
E descobri que nao era só ele que gosta, tem um ficante meu que tbm gosta! hihihihi

Lu Souza disse...

Um montão de mulher vai achar estranho o que eu direi, mas na verdade nós queremos muito mais, e queremos safadeza, e não queremos manual. Queremos o cara que saiba fazer, que tenha pegada, que nos surpreenda, enfim...que torne a coisa BOA para ambos!

Muito bom ver os pontos de vista masculino.
Bjos

Jperes disse...

Olha, me surpreendi muito com sua tese, de que "o homem é que acaba sendo submisso ao desejo feminino". De fato, o homem moderno parece ter assumido como fator constitutivo de sua identidade o "garantir-se na cama". Ou seja, o homem só é homem de verdade se dá prazer à mulher. O homem medieval: lutava na guerra. O homem burguês: era quem trabalhava. Ao homem moderno só resta isso como elemento de identidade. E isso é dar poder excessivo às mulheres, que abusam dessa prerrogativa. Porque a mulher pode falar: você não é homem de verdade porque eu não gozo, e vai procurar outro, ou fala de você pra todo seu círculo social. Não é que as mulheres sejam "egoístas", mas elas encarregam o homem de garantir seu gozo (coisa que deveria partir dos dois lados) e efetivamente o cobram por isso.

Anônimo disse...

O que eu tenho a falar é que sexo não é uma coisa qualquer, transamos as vezes com pessoas que nem temos tanto conhecimento mas por motivos de está em um tempo que conhecemos como (SECA), tempo esse que nos leva a cometer locuras de sair até com prostitutas.
Mas digo que sexo é bom, principalmente com quem amamos.

ALINE disse...

Cafajeste, para mim, é sinônimo de perverso. Se vc ainda acha que vai encontrar a mulher perfeita, então é melhor preparar-se para a realidade do amor humano e não do amor romântico, isso se vc acredita no amor. Porque, quando existe o amor, o sexo flui e a descoberta a dois não necessita de terceiros ou de grupos, ou de homosexualismo ou cafajestagem.

Anônimo disse...

Estou adorando seu blog :) , esses posts são ótimoos! ..os antigos claro rs, pois vc nos abandonou :/
Vê se volta logo ;)

Flor.

;*

Anônimo disse...

Cafa, volte a escrever, sentimos sua falta, espero que esteja bem, um beijo.