terça-feira, 6 de maio de 2008

Ih! Fudeu!! O EX apareceu!!!

Além de ser o amante ideal, também considero-me mestre na arte de encontrar mulheres com relacionamentos mal resolvidos. Assim sendo, aprendi a lidar com elas. O problema central surge numa capacidade, meio paranormal, a qual os ex’s possuem em sentir que a sua ex está na de outro cara. É meio um “instinto aranha” que o cara tem, um feeling... Talvez provocado por um afastamento , uma frieza, ele percebe que sua ex já não dá tanta condição pra ele e esse é o momento em que você e sua pombinha trocam os beijinhos mais apaixonados de um gostoso começo de relação, a hora mais legal de um relacionamento é o seu começo, as descobertas, a novidade, o início de uma paixãozinha.
É nessa hora que o cara aparece, fala dos tempos bons, coloca um monte de coisa na cabeça da menina e joga os planos que fizeram juntos na cara dela. O filho da mãe num tava nem se importando muito pra ela, mas na eminência de perder seu “grande amor”, ele corre atrás. Ela, deixa-se levar pelos galanteios do seu ex parceiro, se o relacionamento não teve um final muito traumático ou devastador, é facim facim de levá-la no bico, mas e você.. como você fica?? Literalmente na mão..

Mas calma.. “Seus pobremas se acabaram-se”.

Dentre vários tipos de “pombinhas”, vamos falar de dois (que me vem à cabeça no memento), a saber:

1) A convencida.

É a maluca que se considera a “rola que matou Cazuza”, na verdade ela sabe que é foda e tem certeza que você é um cara de muito bom gosto, o ego dessa guria vai “no infinito e além”, se ela tivesse um pênis ela seria auto-suficiente e se comeria todo dia.
Faça simplesmente que não está nem ai pra ela... simplesmente ouça o que ela tem pra dizer.. deixe-a à vontade, fique olhando pra ela, seriamente, de bico fechado, só balançando a cabeça, fazendo uns “um run’s” e quando ela acabar, esperando que você vá tentar contornar a situação, fale um “tá bom”, “ok”, “beleza”.. dê um beijinho no rosto, na cabeça, só não vá dar o “último beijinho na boca”... levante-se e saia.
Ela vai se sentir um lixo e você sairá por cima. Vai ter a impressão que você não achava ela lá grandes coisas e isso vai mexer deveras com a auto-confiança dela.

2) A meiguinha.

Essa é foda.. Enlouquece o sujeito, você tá apegado à ela e ela à você, os dois se curtem, mas o medo faz com que ela tema em perder o outro cara, vocês tiveram vários momentos bacanas, foi tudo perfeito, mas agora você tá levando um pé na bunda que você começa a ver estrelas rodeando sob sua cabeça. Ela tenta se explicar, demonstra que está totalmente consternada e se mostra completamente indecisa.
A primeira coisa que dá vontade é apelar para os santos, pedindo por piedade, mais uma chance, blá blá blá.. É difícil de funcionar, quando alguém tá decidido, decidido está. Então, o melhor é tentar mexer com o psicológico dela e no mínimo... sair com a cabeça erguida.
Falar de alguns momentos legais que passaram juntos, mas de uma forma não melodramática, apenas lembrando e rindo, falando que foi legal, que estava apostando no relacionamento, que estava perfeito e tem certeza de que daria certo.
Tudo isso num clima de descontração, pra deixar as lembranças de uma forma gostosa na cabeça dela, não de uma forma dramática que vai deixar a impressão de um relacionamento frustrado entre vocês dois. O importante é que fique no subconsciente dela um registro bom, alegre, feliz.. afinal, é isso que queremos de um relacionamento, não é mesmo?

Bom.. Isso pode te ajudar, mas não obrigatoriamente trará ela de volta pra você, todas as vezes que fiz isso deu certo, só uma vez eu desisti por outros motivos.

Mas, tem uma coisa que você pode fazer antes que o namorado dela apareça, ele vai ter que rebolar muito pra ter ela de volta, isso se você fizer tudo certinho.. Transe com ela na primeira oportunidade que aparecer, não force uma oportunidade, mas assim que você puder criar.. faça-o. As mulheres se apegam facilmente a uma boa foda, é uma velha máxima: “amor que fica é amor de pica”, digo isso com a maior das certezas existentes nesse universo, já pude constatar isso numa única transada, isso com uma ex, que namorou 4 anos com um carinha e nunca tinha transado com ele, depois que eu passei-lhe a lâmina, nem sombra do camarada passou pela cabeça dela. Ele até que tentou reaparecer do além, mas teve que voltar ao inferno.

O melhor tratamento, meu amigo, é a prevenção, previna-se.

Numas belas vezes.. (é.. as “belas vezes” irão voltar).. Acredito que foi a primeira vez que comecei a teorizar esses conceitos que acabei de falar. Essa garotinha estudava comigo, sempre brinquei com ela, mas achava ela fraquíssima, gostosa, mas feinha pra cachorro de bêbado nenhum botar qualidade, acho que o cabelo dela é que fodia com tudo. Mas depois de um dia dos namorados.. ela sentou-se ao meu lado e eu perguntei de uma forma meio cínica como tinha sido o dia dos namorados dela, ela me disse que tinha sido “perfeito” com um sorriso mais cínico que o meu. Não entendo muito de hormônios, mas sei que o meu corpo entendeu o que eles quiseram dizer ao ouvir isso, fiquei num tesão descontrolado por ela. Como me cheguei eu não lembro, mas fui o responsável pelo término de um namoro de vários e vários anos. Belo dia em casa, ela me telefona e me diz que precisávamos conversar, perguntei qual seria o assunto e ela falou que no colégio me diria. Chegando lá, fomos pra um cantinho privado dos olhos curiosos das pessoas que não tem o que fazer, ela começou a falar que o ex tinha aparecido e tinha balançado, deixado a cabeça dela confusa e todos os palavriados que só a mulher sabe dar quando deseja simplesmente dar um “rala” num mané. Escutei atento, olhando decididamente em seus olhos inseguros, sem dar um “pio”. Quando você não fala nada, fica apenas ouvindo, a pessoa tende a ficar nervosa, perder o controle da situação, ela acaba falando mais do que devia e trocando os pés pelas mãos, ela não sabe o que você tá pensando e não consegue prever sua reação. Quando ela acabou com toda a prolixidade que sua capacidade intelectual permitia, me perguntou se eu tinha algo a falar, falei apenas um “tá legal”, me levantei e arqueei meu corpo em direção ao dela ainda sentada, ela fechou os olhinhos, fez um biquinho com sua boca pintada e recebeu um carinhoso beijo na testa.
Acho que foi o “egorgasmo” que me fez teorizar tanto sobre tal assunto e me fez desenvolver essa técnica, nunca me esqueci do seu rosto de surpresa e desalento quando me afastei, ela ficou na mais completa petrificação, uma medusa mirando-se no espelho, mas dessa vez, com as serpentes petrificadas em seu cabelo. Alguns meses depois, quando eu já estava namorando uma garota, ela me ligou perguntando o que eu faria no fim de semana... Vou namorar, disse pra ela.
Foi justamente com essa namorada que pude exercer pela segunda vez tamanha astúcia, já falei dela por aqui, era a que parecia com Sheila Carvalho, no auge da fama da moça, imagina o ego dessa criatura? Estratosférico.. Quando nos conhecemos ela já era noiva, seu namorado tinha obrigado a noivar com ele por causa da faculdade, ele sabia que lá as coisas são tensas e não deu outra.. Dez dias foram o suficiente para eu dar a primeira petiscada nela, ficamos num churrasquinho da turma, onde de início já fora avisado.. “namorado não entra”. Começamos a namorar e quinze dias depois ela me veio falar do ex, eu já estava apaixonado por ela, segurei a raiva, a lástima, a frustração e mantive apenas a sobriedade dos loucos catatônicos, deixei-a à vontade para falar.. e como ela falou.. Depois fiz um sorriso falso nos lábios, segurei-a por trás dos cabelos e dei um leve e único beijinho na bochecha, me virei e comecei uma “alegre” conversa com meus colegas de turma, dava risada das bobeiras que falavam, quando minha única vontade era explodir a faculdade e todos que ali estavam. Não sei se o problema foi o tamanho desmedido do ego da pessoa, mas essa foi a mais rápida de todas, durou 2 horas até a primeira ligação, me chamou para estudar numa biblioteca mais tarde, fui e reatamos.
Outra bela vez, foi com outra menininha da faculdade, mas essa era de outro curso, é bom variar o cardápio de vez em quando.. Ela era completamente lindinha, o sorriso dela seria perfeito para propaganda de qualquer dentifrício disponível no mercado, os olhos dela nem se falam.. Ela também tinha acabado um relacionamento de muito tempo e quando, o bobão aqui, já estava todo apaixonadinho, ela resolve me dar o “quit back”, ela era toda menininha.. falava com vozinha de criança, toda meiguinha.. Apelei pro sentimentalismo, falei das coisas que fazíamos, do quanto foi bom e que eu teria saudades, que entendia a decisão dela e que se ela mudasse de idéia eu estaria ali esperando, mas não seria pra sempre. Se for analisar isso psicologicamente, diria que montar um cenário bonito, que estaria esperando por ela e que ela teria que tomar uma decisão rapidamente, é que é o conjunto principal da coisa. Ela retorna praquela relação com gosto de café requentado, deixando aquela novidade gostosa pra trás... Ela não vai se doar pra esse relacionamento, ela vai entrar com certa insegurança e na primeira semana a primeira das novas brigas irá acontecer. Aí ela vai se lembrar do quanto o namorado dela é chato e do quanto que você é bonzinho e nesse momento começa a gerar todo o ambiente por nós projetado em seu subconsciente. Não sei o que foi que houve, mas ela me ligou no outro dia, quando eu estava tomando uma cervejinha na praia, me chamando para sair logo mais à noite, poucos dias depois dei a primeira demonstração de como tratar uma mulher na cama.. nunca vi uma mulher gozar tanto, a cada orgasmo que ela tinha, ela queria mais, passamos quase duas horas transando, num vou nem falar quantas vezes ela gozou, vocês não iriam acreditar... O ex dela? Nunca mais apareceu em nossas conversas.

Você pode até estar pensando.. “é... ele conseguiu, mas será que para elas não teria sido melhor voltar pro ex?”.. Talvez.. quem vai saber? Se tem uma coisa que não entendo nas mulheres, é como o passado trabalha em suas mentes.. Será que o que vale é o resultado final ou boas lembranças de um relacionamento gostoso enquanto durou? Por isso eu arrisco.. tenho várias ótimas lembranças das minhas ex’s, por isso tenho tanto carinho por elas, talvez umas 3 que se mostraram menos lúcidas tenham-se perdido pelo caminho, mas todas as outras ainda me adoram.

Com uma certa maturidade, começamos a ver que um relacionamento só deve ser terminado diante da impossibilidade do mesmo, vejo muita gente com medo de se aventurar, de arriscar perder o antigo ou por medo de acabar sofrendo tudo novamente, a essas pessoas eu desejo minha piedade, tenho pena por não se permitir sorrir ou chorar, enfim.. viver.. A vida é feita de simples escolhas e aventurar-se é permitir-se escolher qualquer uma delas, sem se preocupar com o resultado, pensando apenas em aproveitar todo seu momento, de outra forma, seria melhor nos matar, com medo de adoecer.

Pois é.. Tô bastante sumido mesmo, minha vida virou em 360 graus, perto de ir pro Canadá, voltei a morar com meus pais, tô com muito tempo livre pra mim, relaxando, viajando e indo pra farra, aproveitando os últimos meses com meus amigos e minha família, por isso, perdoem-me pela falta, mas acredito que a verdadeira ausência é o esquecimento e que vocês estão sempre presentes nos meus dias.

18 comentários:

Ptisa Molodoi disse...

Xi... eu tenho 2 lixeiras na falta de 1, mais o cara avalia o meu lixo toda vez que limpa a lixeira e fica questionando a minha alimentação durante o dia.
Acho isso um ultraje... hehehe
Ele fica contabilizando os bis que eu como ou as balas e os salgadinhos...
Fiz uma pesquisa e todos acham que é xaveco... como é muiiiiiiiito furado, decidi esconder o lixo... hehehe
Bjs

Ptisa Molodói disse...

Ah... o link do 'lixo: http://rassudocar.blogspot.com/2008/04/situao-2.html

Ex qdo aparece é foda né... fantasminha assombrando relacionamentos...
bjs

Vai qdo pro Canadá?

Renata disse...

Mulher tem mesmo esse problema de não saber jogar a toalha na hora certa. Fui superapaixonada por um traste - o cara era terrível - e até hoje ficou aquele resquício de coisa mal-resolvida... às vezes acho até que eu o pegaria de novo! Argh!

Bjs

Anônimo disse...

esse foi o melhor post de todos..rsrs

essa tecnica realmente funciona...uma vez fiz isso e deu super certo!
ele chegou disse q precisava terminar...
eu disse : tudo bem.
ele: vc vai ficar com raiva?
eu:não
ele: duvido

ele eh muito convencido.. hahaha..parece brincadeira ...mas foi assim..

depois eu nao liguei, nem mandei, msg nem e-mail...
e num é q depois de 15 dias ele pede para voltar?!..

Quando li esse post lembrei na hora desse acontecimento..rsrs

bjo

Menina

Graziele Alencar disse...

Fui conhecer o seu blog logo agora que você diz estar sumido daqui... que falta de sorte a minha! Estou querendo entender melhor o que passa na cabeça dos cafajestes, além, claro, de eles quererem variedade sexual... rssss
Se puder, depois dá uma olhada no texto que fiz inspirada num canalha conhecido meu... kkkkkkk
(http://umemaranhado.blogspot.com/2008_05_01_archive.html)
Depois volto com mais tempo pra ler os posts passados.

Graziele Alencar disse...

O texto é meu sim :)
Obrigada!

Ah! Então você é um tipo de cafajeste que eu não conheço ainda... vou ter que ler os textos antigos mesmo! rsss

Beijo.

Lily disse...

qndo a coisa fica mal-resolvida, a gente sempre fica msm com aquele "e se?" na cabeça!
e isso atormenta, sabe?
se a sensaçãao q ficou foi de "não ficou faltando nada! fizemos o q pudemos pro relacionamento dar certo, mas realmente não deu"... blz!
mas se ficar o tal do "e se?" e se o cara realmente mexer com ela ainda, duvideodó q ela não volte! o novo cara tem q ser realmente mto bom em todos os sentidos!

bjksssss

Zek disse...

Mulher é realmente um ser estranho, mas que vale a pena a aventura de todo dia conquista-lo.

Anônimo disse...

Se uma mulher faz isso com um homem...o resultado é o mesmo..

Tatiana disse...

Nerdzando por aí achei seu blog, adorei! às vezes os homens nos acham complicadas e quando tentamos simplificar ao máximo, ainda mais quando exite término de namoro recente, ou seja, jogar a conversa franca e limpa, dizendo sem previsões e expectativas o cara simplesmente caga baldes pra você! No compriendo... hahahaahahaha, enfim, visitarei mais vezes!

Zek disse...

Fala rapaz, valeu pela visita ao meu blog... eu não costumo explicar o porque das coisas não, vou escrevendo e pronto.
De qualquer forma ta convidado a votar e dar sua opinião.

Zek disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Uma mulher disse...

Cafa, não esqueci de ti não. To super atarefada, não falo sobre a minha vida mas, vamos lá.. Trabalho com pesquisa, e sabe como é pesquisa né?! Nunca se tem hora pra chegra ou trabalhar, as vezes rola feriado, fins de semana, moro com mais 3 pessoas num apê, e tenho todos aqueles afazares domésticos, além disso tenho que estudar pra tentar um mestrado, ser a mulher maravilha na melhor parte do meu dia, assim por dizer. Dia 01 foi meu aniversário, dia 11 viajei pra Manaus, nunca havia ido e como bióloga fiquei encantada com todas as letras, e cá estou, limpando a estante, colocano fotos da viagens no meu orkut, escrevendo pro meus pais e irmão, e vc. No mais vai bem. hahaha
Beijooos dê notícias...
E o canadá?! E Brasília?!

:)

Mony disse...

Oiee

primeira fez que leio seu blog...
não li só um texto.. deu uma fuçada geral..

Realmente vc relada fatos reias... consegue descrever coisa praticas e vividas que muitas vezez acontecem com a gente....

Mas achei diversos cometarios machistas ... meio q indelicados...

não estou querendo ser feministas e coisa e tal... tenho varios amigos e ateh me acostumei do jeito que os homens são... porém ainda fico pasta com alguns atitudes que certos homens fazem ... não consigo entender...

Espero que nem todos homens sejam como vc ... senão vou fikar solteira por mais algum tempo...

beijos

Anônimo disse...

Bem, isso realmente funcionaria comigo. Pq? pq nesses casos vc quer voltar com o ex que reapareceu, mas quer deixar o carinha atual em stand by, daí dá uma desculpa meio esfarrapada, e dependendo da reaçao do cara, vc vai poder saber se ele vai ficar na geladeira ou nao. Qd ele nao demonstra que ficou abalado com a situaçao a gente acha que ele tá querendo dizer "pode ir, fica a vontade, foi bom, mas a fila tem que andar". Daí bate a incerteza, aquela dúvida "será que to jogando o cara da minha vida pela janela". Daí na primeira briga com o namorado ela pensa"isso é um sinal" e volta correndooooooooooooo para o outro.


É isso cafa.

Anônimo disse...

putz, dá uma editada ai: "minha vida deu uma volta de 360º". Dando uma de Adriane Galisteu!? Dar uma volta de 360º é parar no mesmo lugar! x)

vlw

Anônimo disse...

mano, essa historia de a mina contar pra voce que tah a 4 anos com o cara e nunca deu pra ele isso eh a maior, e mais velha mentira que elas contam. aprenda isto. mas nao duvido que voce comeu ela melhor que o cara, jah q fez ela esquecer do baianao heehah. mas vai achando q ela nao tinha dado pra ele. EH TUDO PUTA

Bento disse...

Cara, Ex é um saco!
Preciso Aprender a lidar com isso...